Noticias

8 Setembro 2020

Formação HLB para agricultores de Guadalupe pela CIRAD e ASSOFWI

A 27 de Julho de 2020, uma dúzia de agricultores de Guadalupe receberam formação detalhada sobre o HLB na estação de Roujol. Organizada localmente por CIRAD e Assofwi com o apoio de VIVEA, a acção de formação fez parte da Acção A2 do Projecto Life “Life for Citrus”.

A formação teve lugar na estação de Roujol do CIRAD, em Petit-Bourg, durante um dia inteiro. A formação incluiu três apresentações orais, cujos temas foram

  • Introdução geral à doença de HLB: a sua origem, os seus mecanismos de difusão e infecção, os seus sintomas, o seu impacto na fisiologia das árvores e no desenvolvimento dos frutos, a sua virulência e espectro de hospedeiros, os seus vectores de insectos e a sua identificação, etc;
  • A importância de escolher o porta-enxerto certo para a plantação de citrinos, de acordo com o ambiente e o solo locais;
  • Está a ser realizada investigação no CIRAD em Guadalupe para compreender as bases fisiológicas e moleculares de tolerância a doenças observadas em certas variedades, em particular em relação à poliploidia, e para criar novas variedades de frutos e porta-enxertos mais tolerantes.

Estas apresentações orais foram feitas pelo Dr. Raphaël MORILLON, responsável pelos projectos de investigação sobre o melhoramento genético dos citrinos nas Antilhas, no seio da unidade de investigação AGAP (Cirad). A formação incluiu também uma visita a um terreno experimental plantado com uma população de híbridos triplóides do tipo “cal tahitiana”, com o objectivo de seleccionar os ideótipos mais tolerantes ao HLB e adaptados aos gostos dos consumidores locais. Foi também visitada uma parcela de vários porta-enxertos diplóides e tetraplóides para abordar a questão da identificação e reprodução idêntica dos porta-enxertos de alto rendimento. Esta visita foi realizada pelo Sr. MORILLON e Saturnin BRUYERE, o técnico responsável pelas parcelas de teste. O dia de formação terminou com uma sessão de degustação de citrinos produzidos localmente ou importados, a fim de definir as suas qualidades organolépticas e de especificar as exigências do mercado local. Os agricultores estavam interessados em todas as apresentações, o que levou a um rico intercâmbio com os formadores. Ver mais Estrutura de Evolução, Poliploidia e Criação de Citrinos” (SEAPAG) equipa, unidade de investigação AGAP

Notícias

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *